Take a fresh look at your lifestyle.

Bloco de Concreto em Guarulhos

O bloco de concreto é um material estrutural utilizado cada vez mais na construção. Distanciado da visão incorreta de má qualidade, construída em décadas passadas, os imóveis levantados com essa estrutura têm incrível resultado estrutural, isolamento sonoro e térmico e bem-estar interno. Por isso o bloco de concreto em Guarulhos é uma solução tão interessante, entre tantas outras vantagens.

Guarulhos é um município da região metropolitana de São Paulo. Segunda cidade mais populosa do estado, ela foi fundada pouco depois do Descobrimento do Brasil, em 1560. Na época, o padre jesuíta Manuel de Paiva comandava a região, que servia como uma cidade de proteção ao povoado de São Paulo, que vinha se desenvolvendo já de forma exponencial. Na mesma época, a região trabalhava na mineração de ouro, e assim enriqueceu.

Já na década de 1950, o crescimento do município foi ainda maior. Isso porque chegaram lá grandes indústrias, do setor metalúrgico, plástico, de alimentos, calçados, peças de automóveis, couro e do setor elétrico. Todo esse desenvolvimento tornou-se potencializado ainda mais quando o uso do bloco de concreto nas construções se popularizou, uma vez que o material garante rapidez na execução da obra.

O que é o bloco de concreto?

O bloco de concreto é um material composto por cimento, água, cal e agregados. Esses agregados são os pós de alumínio, de pedra, pedregulhos, areia, ou outros, dependendo da indústria responsável. Juntos esses materiais formam uma “farofa”, que logo em seguida é prensada, ganhando o formado do bloco. A última etapa do processo é chamado de cura. Ele evita a perda de umidade pelo concreto e dá resistência à peça.

O rendimento do bloco de concreto é de 12,5 peças por metro quadrado, algo bem mais vantajoso do que o obtido na construção “comum”, da alvenaria em tijolos. Além dessa capacidade de rendimento, algo que melhora o custo-benefício da alternativa são os diferentes formatos de blocos. Cada um é ideal para uma parte específica da obra.

Os blocos mais comuns são os retangulares, com o meio vazado. Ou seja, aquelas peças com grandes buracos no meio e apenas “bordas” em concreto. Claro que existem blocos inteiriços, mas essa opção traz a vantagem do espaço já disponível para a passagem do encanamento de água e da fiação elétrica.

Tipos de bloco

Os furos desses blocos oferecem ainda bom isolamento sonoro e acústico. Isso porque ao espaço interior da peça parece “prender” o som, diminuindo sua chegada ao interior do imóvel. O som interior também é limitado, e assim pouco chega ao ambiente exterior. Falando do isolamento térmico, o bloco não absorve muito calor. Isso permite uma temperatura agradável em qualquer hora do dia, mesmo que o espaço sofra a incidência direta e constante do sol.

Para que não seja necessário realizar cortes no material, a indústria disponibiliza ainda o chamado meio bloco. A peça tem tamanho semelhante à metade do tamanho de um bloco comum, sendo ideal para a arrematação de uma construção. Já o modelo do bloco em U é ideal para a instalação de canaletas, enquanto o em J facilita o trabalho na laje da edificação.

Como escolher o material?

Na hora de escolher o melhor modo de execução de uma obra, é fundamental analisar outros aspectos, além das vantagens do bloco de concreto. Primeiro, o local de fabricação do material. Os blocos de concreto devem ser produzidos por uma empresa especializada, e nunca no canteiro de obras. Fazer os blocos necessários no local da construção ainda é comum, mas pode ser perigoso. Isso uma vez que a medição das proporções dos componentes, a prensagem e testes adequados ficam comprometidos.

Logo, além da produção correta, é importante também analisar a aprovação do produto pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A associação realiza uma série de testes na base dos blocos, como a análise de sua absorção de água, dimensões, retração por secagem e outras características.

Os blocos de concreto adequados a uma construção devem também apresentar visual homogêneo e compacto. Precisam ainda serem livres de trincas ou outras imperfeições. Se a aparência do material for extremamente porosa, ele provavelmente possui baixa resistência, e não deverá ser utilizado.

Ademais, todos os blocos devem possuir peso e tamanhos os mais semelhantes possível. Assim, não haverá dificuldade no assentamento do material e estruturação das paredes.

O objeto pode ainda ir além desse tipo de edificação. Com blocos podem ser construídos muros, piscina, fontes e até bancos de concreto para o espaço externo, bastante práticos, uma vez que não sofrem ação tão forte do sol, chuva e outros agentes naturais.

O concreto deve ainda possuir grande resistência aos diversos agentes, como vento, deformações, choques e ações mecânicas previstas durante a realização de uma obra.

Outras características

Além desses aspectos, é essencial verificar a categorização dos blocos. O material é classificado em classe A, B, C e D, e cada uma delas possui recomendação diferente. O bloco de classe A, por exemplo, tem função estrutural, podendo ser usado em alvenarias acima ou abaixo do nível do solo. Já as peças das classes B e C só podem dar origem a edificações acima do solo, apesar de também servirem para a estruturação de uma obra. Por último, os blocos da classe D não têm função estrutural e devem ser utilizados acima do solo.

Outra classificação é quanto ao número de pavimentos possíveis para construção sem vigas e pilares. Os blocos M10 podem erguer até um pavimento. Por outro lado, os blocos M12,5 podem colocar de pé até dois pavimentos, enquanto peças como o M10 e o M20 podem erguer prédios maiores, de até vinte andares.

Para definir o melhor material, é importante contar com o auxílio do responsável pelo projeto do imóvel, seja ele o arquiteto, seja o engenheiro. O profissional vai conseguir indicar melhor qual a peça ideal, as quantidades necessárias, materiais relacionados e outras especificações.

Com todos esses cuidados no momento anterior ao início da obra, o restante do processo será muito mais rápido e eficaz. Ou seja, o resultado da edificação será bem estruturado e bonito! Está esperando o que para utilizar o bloco de concreto em Guarulhos?

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.